Daniel Lemos Frauzino

Cello Teacher, Parent

Daniel Lemos Frauzino

SAA Member

Contact

São Paulo, SP, Brazil
+55 (11) 95716-3220
[javascript protected email address]

Daniel Lemos Frauzino

28 anos

Bacharel em música, instrumento violoncelo

Iniciou sua carreira musical aos doze anos de idade na antiga ULM (Universidade Livre de Música) e atual Emesp (Escola de Música do Estado de São Paulo) matriculado no curso de violoncelo, onde permaneceu por cinco anos recebendo orientações de Raiff Dantas Barreto (chefe de naipe da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo), e André Micheletti (Doutor em música pela Universidade de Indiana). Participou de Festivais de inverno e verão em Brasília e Rio de Janeiro. Aos dezessete anos ingressou na FMU—FAAM (Faculdade de Artes Alcântara Machado) à onde se formou em bacharel em música aos vinte e um anos. Neste período atuava como professor de violoncelo no Conservatório Coreano de Música.

Integrou as seguintes Orquestras:

Bachiana Jovem, Bachiana Filarmônica Sesi-Sp (2006-2010),

Antunes Câmara (2006-2008),

Arte do Som Filarmônica (2009),

Orquestra Filarmônica Afro (2009),

Orquestra Jovem de Guarulhos (2010),

Orquestra Jovem do Estado de São Paulo (2010, chefe de naipe),

Orquestra Sinfônica de Atibaia (2010, chefe de naipe),

Orquestra de Cordas Laetare (2010, chefe de naipe),

Orquestra Sinfônica de Heliópolis (2011- 2014),

Orquestra de Câmera da Eca (2014),

Participou de Masterclasses com Denis Parker (EUA) e o renomado cellista brasileiro Antônio Meneses. Participou de concertos sob a regência de João Carlos Martins, Isaac Karabtchevsky, Julian Rachlin e o maestro vitalício da Orquestra Filarmônica de Israel, Zubin Mehta. Durante o período em que esteve na Orquestra sinfônica de Heliópolis foi aluno do professor Rodrigo Andrade (celista da Osesp, formado pela Juilliard). Em agosto de 2014 assumiu o posto de professor de Música do SESI Hortolândia, desde então professor do Núcleo de Música do SESI Diadema. Neste período lecionou para mais de 560 alunos entre aulas particulares e coletivas. Em 2016 participou do Workshop Internacional de Aprendizado Coletivo de Cordas (WINACC). Em 2017 iniciou sua trajetória pela metodologia Suzuki entrando para Suzuki Association of the Americas.